Como realizar cobranças para os seus pacientes?

Realizar um bom atendimento dos seus pacientes significa entregar uma completa experiência, uma jornada que ele terá ao longo de todo tratamento. Esta experiência deve ser completa em todos os aspectos: a recepção da clínica, as sessões, a forma como você vai realizar as cobranças e o pós-tratamento, são alguns pontos de atenção que fazem a diferença.

Uma questão muito delicada e sensível do relacionamento psicólogo – paciente é como realizar cobranças para os seus pacientes. Sabemos que o vínculo e a confiança construídos são uma importante tarefa que se consolida a cada sessão.

Em alguns casos esta delicada forma de tratamento pode fazer com que o profissional não consiga realizar as cobranças da forma correta, com receio de atrapalhar no decorrer do tratamento. Muitos desses casos ocorrem com profissionais autônomos, que não possuem uma estrutura administrativa completa que possibilite um maior suporte a estas questões.

Clínicas de pequeno porte conseguem ter um controle mínimo deste procedimento de cobrança, porém adequar as diferentes formas de pagamento que seus pacientes necessitam, se tornam complicados com as altas taxas de boleto bancário e cartão de crédito.

Para solucionar este problema inicie uma criteriosa análise dos seus processos administrativos dentro da clínica. Como você registra seus pacientes? Os agendamentos e as suas anotações estão devidamente seguros e arquivados? Os registros financeiros estão condizentes e seu balanço contábil (receita e despesas) estão organizados?

Após esta análise básica dos procedimentos administrativos, veja onde você está pecando e “arrume a casa”. Ter um controle mínimo do que está acontecendo dentro da clínica é de suma importância para se manter focada no tratamento de seus pacientes.

Com a vida administrativa do consultório em dia você poderá desenhar alguns planos de ação para diferentes pacientes. Identifique alguns padrões como: quem costuma atrasar mais os pagamentos, quem paga somente em dinheiro, quem paga sessões adiantadas, quem prefere cartão de crédito, entre outros padrões que irão variar.

Tendo esses padrões bem desenhados, você conseguirá traçar alguns procedimentos que irão possibilitar a economia de tempo, um controle maior das cobranças e consequentemente uma taxa de inadimplência bem menor.

Existem alguns softwares de gestão no mercado que ajudam a controlar o financeiro da sua clínica, agendas como a do Gmail que ajudam a organizar melhor seus horários, planilhas inteligentes para cadastro de pacientes. Todas essas ferramentas são boas formas de manter a organização administrativa do consultório ou clínica.

Caso você queira uma plataforma com todas essas funcionalidades e voltada especificamente para profissionais da saúde mental, você deve conhecer a solução do PsicoManager e saiba mais como é simples gerar cobranças para os seus pacientes via boleto bancário e cartão de crédito neste link.

Não ser pago é certamente algo muito desagradável e receber por seus serviços é um direito, entretanto, lembre-se que, com empatia e com os procedimentos certos oferecidos pelas ferramentas, você poderá minimizar seus riscos, bem como aborrecimentos desnecessários.